Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . .
Dow Jone ... % . . . . .
Espanha 0% . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Santos, SP

Máx
24ºC
Min
18ºC
Chuvas Isoladas

Quarta-feira - Santos, SP

Máx
23ºC
Min
19ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - São Paulo, SP

Máx
21ºC
Min
16ºC
Chuvas Isoladas

Quarta-feira - São Paulo, ...

Máx
24ºC
Min
17ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Florianópolis, SC

Máx
25ºC
Min
16ºC
Chuvas Isoladas

Quarta-feira - Florianópol...

Máx
27ºC
Min
17ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Curitiba, PR

Máx
20ºC
Min
12ºC
Nublado com Possibil

Quarta-feira - Curitiba, PR

Máx
23ºC
Min
12ºC
Nublado com Possibil

Hoje - Cuiabá, MT

Máx
32ºC
Min
21ºC
Nublado e Pancadas d

Quarta-feira - Cuiabá, MT

Máx
29ºC
Min
23ºC
Nublado e Pancadas d

Hoje - Belo Horizonte, MG

Máx
24ºC
Min
18ºC
Chuva

Quarta-feira - Belo Horizon...

Máx
23ºC
Min
17ºC
Nublado e Pancadas d

Hoje - Sete Lagoas, MG

Máx
25ºC
Min
19ºC
Chuva

Quarta-feira - Sete Lagoas,...

Máx
27ºC
Min
17ºC
Nublado e Pancadas d

Hoje - Campo Grande, MS

Máx
29ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Campo Grande...

Máx
29ºC
Min
20ºC
Poss. de Panc. de Ch

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,75 3,76
EURO 4,29 4,29
LIBRA ES ... 4,82 4,82
IENE 0,03 0,03
PESO (ARG) 0,10 0,10

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

08/11/2018 - 16h17Para o STF, desempenho de MG é "admirável"Elogio foi feito, hoje, publicamente, pelo presidente do STF, Dias Toffoli, durante reunião em Brasília

Presidente do TJMG destacou o avanço, de 27% para 44%, do processo eletrônico na justiça estadual O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, classificou publicamente de “admirável” o desempenho do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) nos últimos quatro meses, após ouvir o relato do presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Morais, durante a primeira reunião promovida por ele com os presidentes dos tribunais estaduais, nesta quinta-feira, em Brasília. Nos cinco minutos reservados aos relatos dos presidentes, o desembargador Nelson Missias citou a evolução do Processo Judicial eletrônico (PJe) em Minas, que estava implantado em apenas 27% dos processos na área cível, hoje já supera os 44% e estará totalmente concluído até meados do próximo ano, de forma integrada ao CNJ. Destacou que esse avanço será fundamental para apressar a solução de casos de grande extensão, como os que dizem respeito ao desastre ambiental da Samarco, que motivou o ajuizamento de mais de 70 mil ações. O presidente do TJMG fez menção, ainda, ao excepcional desempenho do Tribunal na implantação do Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP) e o sucesso da XIII Semana Nacional de Conciliação, com mais de 50 mil agendamentos. De acordo com o ministro, o diálogo será constante em busca de soluções para os problemas que são comuns a todos os estados e para a adoção de boas práticas. Toffoli quer que a Justiça Estadual estimule e adote como meta a solução de casos por meio da conciliação. Atualmente, a meta é válida apenas para as Justiças do Trabalho e Federal. Outra meta que o presidente do STF e do CNJ quer ver encampada pela Justiça comum dos estados é a prioridade no julgamento de processos que envolvem violência doméstica. O ministro destacou o aumento dos casos de feminicídio registrados no País e afirmou que a sociedade cobra respostas da Justiça. Na Justiça Estadual tramitam cerca de 80% dos processos ajuizados no País. As metas serão discutidas e definidas no XII Encontro Nacional do Poder Judiciário, a ser realizado em Foz do Iguaçu (PR) nos dias 3 e 4 de dezembro próximo. Dias Toffoli pediu aos presidentes dos tribunais estaduais que priorizem os processos que envolvam a violência contra a mulher Na reunião, também foram discutidos temas como a necessidade de se priorizar a tramitação dos processos que envolvam a prática de crimes dolosos contra a vida. Segundo o ministro Toffoli, o Judiciário é comumente apontado como o responsável pela impunidade, sendo que em muitos dos homicídios sequer há investigação adequada que aponte a autoria, fato que impede a formulação de denúncia. Também foi informado que, sob coordenação do CNJ, está sendo organizada uma “ação de conciliação” para dar vazão a processos envolvendo o acordo firmado por poupadores em relação aos expurgos inflacionários dos planos econômicos sobre as contas de poupança. O ministro relatou aos presidentes dos TJs os resultados da reunião que teve com os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) e dos Tribunais de Contas dos estados, como a criação do Comitê de Priorização dos Processos Relativos a Grandes Obras no Brasil, que funcionará como um espaço de diálogo. Ele destacou ainda a necessidade de munir o comitê com informações dos tribunais que permitam identificar os processos relativos a grandes obras que estejam paralisadas por decisão judicial e comparar com os dados dos Tribunais de Contas. Também foi discutida uma atuação conjunta para o enfrentamento dos problemas relativos ao sistema carcerário. No âmbito do STF, o ministro Toffoli apresentou aos presidentes dos TJs a reestruturação administrativa que adotou, como a criação dos núcleos de repercussão geral e do núcleo de agravos. Para o ministro, a interlocução com a segunda instância é fundamental na consolidação dos mecanismos de repercussão geral (no STF) e dos representativos de controvérsia (no STJ), na medida em que dará mais condições de identificar os temas que devem receber prioridade de análise. Toffoli informou que já liberou a pauta do Pleno do STF até o final do ano e que sua ideia é liberar, em dezembro, a pauta do primeiro semestre de 2019. Por isso, ressaltou, é importante que os Tribunais apontem os casos de maior relevância e impacto que estão no STF em grau de repercussão geral para que possam ser priorizados.
08/11/2018 (00:00)
Visitas no site:  382955
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.