Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . .
Dow Jone ... % . . . . .
Espanha 0% . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Santos, SP

Máx
23ºC
Min
21ºC
Chuva

Quarta-feira - Santos, SP

Máx
22ºC
Min
14ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - São Paulo, SP

Máx
23ºC
Min
14ºC
Chuva

Quarta-feira - São Paulo, ...

Máx
17ºC
Min
8ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Florianópolis, SC

Máx
16ºC
Min
11ºC
Possibilidade de Chu

Quarta-feira - Florianópol...

Máx
17ºC
Min
8ºC
Predomínio de

Hoje - Curitiba, PR

Máx
19ºC
Min
13ºC
Chuvas Isoladas

Quarta-feira - Curitiba, PR

Máx
16ºC
Min
6ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Cuiabá, MT

Máx
35ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Cuiabá, MT

Máx
36ºC
Min
22ºC
Predomínio de

Hoje - Belo Horizonte, MG

Máx
29ºC
Min
16ºC
Possibilidade de Chu

Quarta-feira - Belo Horizon...

Máx
26ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Sete Lagoas, MG

Máx
31ºC
Min
14ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Sete Lagoas,...

Máx
28ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Hoje - Campo Grande, MS

Máx
27ºC
Min
20ºC
Nublado com Possibil

Quarta-feira - Campo Grande...

Máx
28ºC
Min
18ºC
Predomínio de

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,35 5,35
EURO 6,08 6,08
LIBRA ES ... 6,74 6,75
IENE 0,05 0,05
PESO (ARG) 0,08 0,08

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Campanha em Amambai oferece ajuda a mulheres vítimas de violência

Diferentes profissionais, mesmo objetivo: combater todo e qualquer tipo de violência contra a mulher. Foi com essa ideia que a juíza Thielly Dias de Alencar Pithan e Silva, da comarca de Amambai, uniu representantes femininas de instituições para protagonizar um vídeo e ajudar vítimas que estejam sofrendo violência, sem ter como denunciar. “Esse vídeo é sem som, pela sua segurança”. Assim começa o vídeo, produzido pela Secretaria de Comunicação do Tribunal de Justiça de MS, com informações em português e em guarani, para ser replicado em redes sociais e aplicativo de conversa, oferecendo às vítimas um alento, para que elas saibam que não estão sozinhas. A juíza explicou que a escolha da língua guarani é resultado da intenção de alcançar as mulheres indígenas, já que existem três aldeias naquele município e a mulher indígena, não raras vezes, também é vítima de violência doméstica. “Por isso, fizemos questão de preparar a ação na língua materna indígena guarani”, explicou Thielly. Assim, o vídeo é composto por mulheres segurando cartazes com informações direcionadas especialmente a mulheres vítimas de violência, que não conseguem quebrar o ciclo e denunciar seus agressores, além de pessoas próximas que convivem com a vítima e desejam ajudar. As mulheres que participam do vídeo são a juíza Thielly Dias de Alencar Pithan e Silva; a assistente social Ana Carolina da Silva, a psicóloga Vanderlice Insabral; a assessora de gabinete Thaynara Nogueira Kappaun; a analista judiciária Sueli Arlete Brolino; a promotora de justiça Nara Mendes dos Santos Fernandes, e a técnica administrativa do MPE, Claudete Ferreira Rodrigues de Sá. Com elas estão as soldados da Polícia Militar Rikeli Pereira e Carina Mayara Cesare, além da delegada da polícia civil Larissa Franco Serpa. Da área de saúde participam do vídeo a médica Renata Sottomaior Izzo, a ginecologista Edneia Yuri Yokoo, a esteticista Patrícia Selhorst, a farmacêutica Camila Aguiar Rodrigues Vizú e a nutricionista Michelle Cristina Fetter de Oliveira. Aparecem ainda no vídeo a assessora jurídica Mariana Rodrigues Zamprogna; Carla Letícia Manfroi, coordenadora do Cadastro Único; a psicóloga Karen Bianca Fernandes de Moraes; a conselheira tutelar Adriana Gomes Pereira, a intérprete Rosidaria Ramires Paná; a auxiliar de serviços gerais Mauriceia da Silva Leme; as técnicas do Seguro Social Aparecida Pereira Lopes e Gilmara Peres Dechini Vagetti Lourenço, e a advogada Caroline Praetorius Ferraz Fachin. Importante lembrar que a ideia é inspirada no vídeo feito pelo Movielas - coletivo de mulheres profissionais das áreas de som e de imagem do audiovisual do Distrito Federal, e a proposta já foi executada em maio na comarca de Angélica. A juíza Thielly Dias de Alencar Pithan e Silva é uma defensora dos direitos das mulheres e resolveu participar da iniciativa depois de perceber que, em razão do isolamento social, causado pela pandemia, o número de casos envolvendo violência contra a mulher aumentou sensivelmente – já que muitas mulheres estão sendo obrigadas a conviver por mais tempo em casa com abusadores e não têm condições ou coragem para denunciar. Compartilhe o vídeo. Divulgue para alcançar o máximo de mulheres. Pode ser que uma delas precise apenas dessa iniciativa para buscar ajuda. Descrição – “Você não está sozinha”, “Estamos juntas com você”, “Combine um código de emergência com pessoas que você conhece para avisar sobre uma situação de agressão”, “Passe esse vídeo para todas as pessoas que você conhece” – são alguns dos dizeres que estão no vídeo. As protagonistas mostram ainda contatos para denúncia de qualquer tipo de violência como o 190 da Polícia Militar; 3903-1032 do Programa Mulher Segura (Promuse/Amambai), o 3481-1415 da Polícia Civil de Amambai; o 3481-2477, do Ministério Público de Amambai, Disque-denúncia 180; 3481-5000 do Creas; disque 100 do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e os sites www.naosecale.ms.gov.br e www.pc.ms.gov.br para denúncia on-line.
30/06/2020 (00:00)
Visitas no site:  1510634
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.