Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . .
Dow Jone ... % . . . . .
Espanha 0% . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Santos, SP

Máx
29ºC
Min
23ºC
Possibilidade de Chu

Quarta-feira - Santos, SP

Máx
27ºC
Min
22ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - São Paulo, SP

Máx
28ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - São Paulo, ...

Máx
27ºC
Min
18ºC
Nublado com Poss. de

Hoje - Florianópolis, SC

Máx
27ºC
Min
20ºC
Possibilidade de Chu

Quarta-feira - Florianópol...

Máx
26ºC
Min
20ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Curitiba, PR

Máx
27ºC
Min
18ºC
Nublado com Possibil

Quarta-feira - Curitiba, PR

Máx
27ºC
Min
17ºC
Nublado com Poss. de

Hoje - Cuiabá, MT

Máx
33ºC
Min
25ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Cuiabá, MT

Máx
31ºC
Min
22ºC
Poss. de Panc. de Ch

Hoje - Belo Horizonte, MG

Máx
29ºC
Min
19ºC
Poss. de Panc. de Ch

Quarta-feira - Belo Horizon...

Máx
29ºC
Min
20ºC
Poss. de Panc. de Ch

Hoje - Sete Lagoas, MG

Máx
30ºC
Min
18ºC
Poss. de Panc. de Ch

Quarta-feira - Sete Lagoas,...

Máx
30ºC
Min
17ºC
Poss. de Panc. de Ch

Hoje - Campo Grande, MS

Máx
32ºC
Min
22ºC
Poss. de Panc. de Ch

Quarta-feira - Campo Grande...

Máx
31ºC
Min
21ºC
Poss. de Panc. de Ch

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,88 3,88
EURO 4,39 4,39
LIBRA ES ... 5,12 5,12
IENE 0,04 0,04
PESO (ARG) 0,09 0,09

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Justiça nega indenização por suposto descaso e omissão em atendimento hospitalar

Juíza substituta do 1º Juizado Especial da Fazenda Pública do Distrito Federal julgou improcedente o pedido de ressarcimento de exames e medicamentos, bem como o de indenização por danos morais pleiteados pela autora. A autora ajuizou ação de restituição de despesas hospitalares e indenização por dano moral em desfavor do Distrito Federal, tendo como objeto a condenação do réu ao pagamento de R$ 14 mil, a título de ressarcimento por exames e medicamentos de tratamento médico, e de R$ 5 mil, a título de indenização por danos morais. Para tanto, alegou que compareceu ao Hospital de Base, no dia 24/8/2016, com fortes dores na região da barriga, oportunidade em que foi atendida, medicada e liberada sem a realização de exames. Afirmou ter procurado a rede pública de saúde mais uma vez nesse mesmo dia e, no dia 31/8/2016, quando esteve na UPPA Samambaia. Contou que foi internada na última ocasião e que a médica que lhe atendeu solicitou sua transferência para o Hospital de Samambaia em razão da gravidade do seu quadro. Disse que o médico plantonista recomendou alta da paciente, mas ainda assim a autora foi espontaneamente ao hospital, quando foi consultada e houve prescrição de cirurgia de urgência. Falou que havia lista de espera e não poderia aguardar, razão pela qual realizou o procedimento junto à rede privada. Regularmente citado, o DF apresentou contestação, na qual argumentou, em síntese, não haver prova de negativa de prestação do serviço de atendimento à saúde. Com base nas provas carreadas aos autos, a magistrada verificou que foi demonstrada a possível necessidade do tratamento, mas não a recusa ao tratamento pelo ente público. "A requerente, ao se dirigir imediatamente à rede privada, optou por lá realizar seu tratamento. Não faz, portanto, jus ao ressarcimento, uma vez que não houve falha na prestação do serviço público pelo réu", afirmou a juíza. Da mesma forma, em relação ao pedido de indenização por danos morais, a magistrada se manifestou dizendo que "não há como se considerar abusiva a necessidade de encaminhamento para cirurgia ou sua não realização no mesmo dia a ponto de gerar ofensa a aspecto da personalidade da parte, porquanto o Estado não lhe negou o tratamento de que necessitava, mas apenas buscou efetivá-lo dentro de suas possibilidades e com observância à isonomia em relação aos demais usuários do sistema público de saúde". Assim, a juíza não entendeu estar configurado o descaso com o quadro de saúde da autora ou a conduta culposa do ente público, a causar aflição, agonia ou sofrimento durante a recuperação da paciente: "Não se pode vislumbrar qualquer negligência ou atuação do requerido durante o atendimento prestado à autora, porquanto houve atendimento imediato e orientação acerca de como prosseguir para a realização de cirurgia". Cabe recurso. Número do processo (PJe): 0714087-98.2017.8.07.0018
07/01/2019 (00:00)
Visitas no site:  548867
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.