Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . .
Dow Jone ... % . . . . .
Espanha 0% . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Santos, SP

Máx
25ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Santos, SP

Máx
26ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - São Paulo, SP

Máx
29ºC
Min
16ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - São Paulo, SP

Máx
31ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Florianópolis, SC

Máx
25ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Florianópolis, S...

Máx
25ºC
Min
17ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Curitiba, PR

Máx
29ºC
Min
14ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Curitiba, PR

Máx
32ºC
Min
16ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Cuiabá, MT

Máx
39ºC
Min
25ºC
Predomínio de

Sábado - Cuiabá, MT

Máx
40ºC
Min
26ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Belo Horizonte, MG

Máx
28ºC
Min
16ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Belo Horizonte, M...

Máx
30ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Hoje - Sete Lagoas, MG

Máx
31ºC
Min
14ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Sete Lagoas, MG

Máx
33ºC
Min
14ºC
Predomínio de

Hoje - Campo Grande, MS

Máx
36ºC
Min
22ºC
Predomínio de

Sábado - Campo Grande, MS

Máx
37ºC
Min
24ºC
Parcialmente Nublado

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,57 5,57
EURO 6,50 6,50
LIBRA ES ... 7,10 7,10
IENE 0,05 0,05
PESO (ARG) 0,07 0,07

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Painel trata relação da pandemia com os precedentes criminais

O painel “A Pandemia e os Precedentes Criminais” da IX Conferência Estadual da Advocacia, ocorrido nesta segunda-feira (12), foi estruturado pelos tópicos: local em que se fala sobre precedentes; cortes supremas; e a pandemia relacionada aos precedentes. O palestrante Daniel Mitidiero, além de advogado, é pós-doutor em direito e professor. O painel foi conduzido pela Conselheira Federal da OAB/RS, Beatriz Peruffo e teve como relatora a presidente da Comissão de Direito Ambiental da OAB/RS, Marília Longo. Em sua fala, Mitidiero abordou que o tema dos precedentes não é um tema setorial, mas transetorial que interessa para todas as áreas do direito. “Quando eu falo em precedentes, estou falando em normas jurídicas. Esse ponto é fundamental para enfrentarmos problemas relacionados à retroatividade do direito; para enfrentarmos a relação universalismo e particularismo no direito; e a para fazer distinção entre reclamação e precedente”, explicou.    Para Mitidiero, a operação básica dos precedentes, que envolve a inpidualização, separa razões necessárias e que são essenciais, daquilo que é dito somente de passagem. “Levando em conta que os fatos são essencialmente os mesmos e as questões jurídicas também, tenho o dever de considerar isso. E se eu chegar à conclusão que são os mesmos, não estou, por assim dizer, habilitado para negar a aplicação do precedente. Ou eu vivo em um Estado de Direito e me vínculo às normas, ou não vivo em um Estado de Direito”, disse.  Contextualizando a temática precedentes à pandemia de COVID-19, o professor afirmou que o poder dos supremos, ou de outros atores do sistema de Justiça, de alegar pandemia como fato particular para distinguir um precedente, e assim deixar de aplicar uma norma consolidada para a solução de uma questão, depende de dois fatores. “Depende fundamentalmente se a pandemia, de fato, tem um papel relevante naquele setor de ordem jurídica com o qual se está trabalhando; ou se a distinção é, de tal modo, que não implica um rompimento da regra, mas apenas uma suspensão tópica e temporária”, concluiu em sua palestra.  Debatedores  Os debatedores convidados trouxeram alguns pontos para a discussão. O primeiro debatedor foi o Conselheiro Federal da OAB/RS, Rafael Braude Canterji, que questionou o papel da reclamação diante dos precedentes. “Esse tema parece um tema bastante atual e tem relação com o que foi tratado, principalmente em situações excepcionais, como a da temática da liberdade de expressão”, indagou.  A avaliação de Mitidiero à pergunta de Canterji, o palestrante destacou a necessidade de se desenhar mecanismos para responder os anseios. “Precisamos fazer com que o sistema judiciário, o tecido processual, reflita sobre essas preocupações. É muito oportuno pensarmos como advogados que usam os sistemas, afinal, somos profissionais do direito. Mas, como pessoas essenciais à Justiça Civil, temos um papel no aprimoramento desta justiça”, disse.  A segunda debatedora, diretora de Curso Permanente da ESA/RS, Fernanda Osório, trouxe para o debate, no âmbito criminal, a temática de interpretações. “Quando se fala que os textos jurídicos são indeterminados, por que o precedente não precisaria de uma interpretação também?”, questionou.  Quanto ao questionamento de Fernanda, em resumo, o professor trouxe a seguinte avaliação: “Como é resultado, tanto que é transetorial, pois interpretações não mudam, ainda que sejam interpretações constitucionais, o precedente resolve o problema da equivocidade da vagueza, em partes. Em um todo, não resolve. Não dá para achar que o precedente serve para tudo. O precedente vai me dando maior segurança para ir tratando os casos”, explanou. Participe e assista Inscreva-se na IX Conferência Estadual da Advocacia da OAB/RS : https://conferenciadaadvocaciars.com.br/ ou assista no canal do Youtube: youtube.com/TVOABRS
13/08/2020 (00:00)
Visitas no site:  2036256
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.