Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . .
Dow Jone ... % . . . . .
Espanha 0% . . . . .
NASDAQ 0,02% . . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Florianópolis, SC

Máx
32ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva a

Quinta-feira - Florianópol...

Máx
31ºC
Min
24ºC
Pancadas de Chuva

Hoje - Curitiba, PR

Máx
30ºC
Min
19ºC
Pancadas de Chuva a

Quinta-feira - Curitiba, PR

Máx
30ºC
Min
18ºC
Pancadas de Chuva a

Hoje - Cuiabá, MT

Máx
35ºC
Min
26ºC
Pancadas de Chuva

Quinta-feira - Cuiabá, MT

Máx
33ºC
Min
25ºC
Pancadas de Chuva

Hoje - Belo Horizonte, MG

Máx
32ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Belo Horizon...

Máx
31ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Sete Lagoas, MG

Máx
33ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Sete Lagoas,...

Máx
34ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Campo Grande, MS

Máx
36ºC
Min
25ºC
Pancadas de Chuva a

Quinta-feira - Campo Grande...

Máx
32ºC
Min
25ºC
Parcialmente Nublado

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,76 3,76
EURO 4,27 4,27
LIBRA ES ... 4,86 4,86
IENE 0,03 0,03
PESO (ARG) 0,10 0,10

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Opinião - Inabilidade e desorganização

As inconsistências sobre temas centrais como economia, meio ambiente e política externa mostradas nesses primeiros dias pela equipe de transição e do presidente eleito deixaram óbvias " agora sem o calor das urnas " a falta de conhecimento do Brasil, de habilidade política e de organização estratégica. Esses primeiros sintomas causam preocupação ainda maior, porque consolidam o discurso genérico de combate aos problemas brasileiros visto durante as eleições. Nomes e medidas são anunciados e depois retirados (vide General Heleno, anunciado como ministro da Defesa e agora rebaixado ao Gabinete de Segurança Institucional, e a fusão dos ministérios da Agricultura com o do Meio Ambiente. Popularmente falando, estão batendo cabeça e revelando-se despreparados para governar o país. E muito grave: estão fazendo restrições à imprensa e renovando ameaças a oposicionistas. Se recusam a ouvir críticas.  A saber: nas interligadas economia e relações exteriores, o presidente eleito já acossou o maior parceiro comercial do Brasil, a China, disse que o Mercosul não é prioridade e abalou o mundo árabe ao "anunciar" que mudaria a embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém (seríamos o segundo país, além dos Estados Unidos, de Trump). O Egito retaliou, embora não oficialmente, cancelando a visita do chanceler de Temer, Aloysio Nunes, e de uma comitiva de empresários brasileiros nesta semana.  As relações comerciais com o Oriente Médio representaram 4% das exportações totais brasileiras em 2018. Com a China, cerca de R$ 50 bilhões em trocas comerciais, e com o Mercosul nossas exportações totalizaram US$ 21,037 bilhões entre janeiro e novembro de 2017.  Nos ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente, em que há interesses das gigantes produtoras de veneno agrícola e de grandes latifundiários de colocar a mão em terras protegidas, a anunciada fusão pode não se concretizar, mas o risco é sempre iminente porque a agenda do presidente eleito caminha nesse sentido. De uma forma ou de outra, a agenda em curso pretende enfraquecer a defesa do meio ambiente, com Amazônia e com tudo, justamente como vem fazendo Michel Temer. O Ministério do Trabalho também será extinto, com suas funções esquartejadas em vários setores e fragilizando ainda mais a defesa dos trabalhadores. Depois da reforma trabalhista de Temer, a intenção é desarticular ainda mais a classe trabalhadora e evitar uma reaglutinação em torno de sindicatos e centrais, algo que se mostra muito provável num futuro próximo. A conta é simples: sem direitos não será necessário o ministério. Educação, Esportes e Cultura também podem ser aglutinados, relegando dois fortes instrumentos de combate às desigualdades a meras repartições. Nesse cenário adverso para a democracia e para a classe trabalhadora, o papel da oposição será central. O contraponto à entrega do que nos é mais precioso " os direitos dos trabalhadores e da nossa soberania " precisará ser efetivo na mensagem à população e na articulação política. A frente ampla de resistência só será possível se todos os partidos de oposição entenderem seu papel histórico para enfrentar a grave situação que se desenha, não somente pela oposição, mas pelos próprios membros do futuro governo do Brasil.   Márcia Lia é deputada pelo PT
08/11/2018 (00:00)
Visitas no site:  446322
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.